KENDO

O Caminho da Espada em busca do refinamento interior​

Bokuto

Bokuto de
Miyamoto Musashi.
(única réplica,
acervo do Sensei
Jorge Kishikawa)

KEN = espada samurai
DO = Formado pelos sufixos “kubi” (pescoço) e “shinnyuu” (avançar),
este ideograma significa: 1. Caminho, via; 2. Ensino, lição, doutrina, preceito; 3. Aprendizagem, arte; 4. A base do Universo, o Caminho correto.

DO, ou Caminho, passou a ser utilizado na acepção de Doutrina, Preceito, Arte, dentro do budismo, a partir da expressão “Nyu-Do” (entrar no caminho) leia mais…

ShinHagakure

Pensamentos de um Samurai Moderno

shin

Shin Hagakure
Pensamentos de
de um Samurai Moderno

Volumes I e II


Comprar na Loja Online

Escrito pelo Sensei Jorge Kishikawa, o Livro “SHIN HAGAKURE – Pensamentos de um Samurai Moderno” é uma bússola para tempos difíceis, apresentando uma nova percepção da filosofia samurai e da cultura japonesa voltada para o homem moderno.

“No começo, logo que fundei o Instituto Cultural Niten, esses pensamentos e reflexões hoje contidos no livro eram apenas anotações em folhas de papel (muitas vezes menores que um cartão postal), em receituários (quando tomava notas no consultório) ou até mesmo em guardanapos (únicos papéis em mãos quando eu estava lanchando ou tomando um café no trabalho). Com o tempo estas anotações, que visavam à melhoria na conduta e felicidade dos alunos, foram sendo transcritas em pequenos blocos e publicadas em jornais informativos. Assim o livro foi tomando forma.

Em 2004 após uma década de ensinamentos desde a fundação do Instituto, os alunos do Niten receberam em mãos o seu primeiro manual. Já não estávamos limitados a São Paulo: havia alunos em pelo menos outras 20 cidades espalhadas pelo Brasil. Era a primeira versão do Shin Hagakure e ficou apelidado como o “Shin da capa preta”.

Tive então uma surpresa: o manual dos guerreiros do Niten estava sendo utilizado por leitores que não eram nossos alunos e, muitos deles, nada tinham a ver com o Niten.

Resolvi – a partir da 2ª edição – inserir conteúdos que tivessem abrangência universal, coisas que tocassem a alma de qualquer mortal. Esta edição lançada em 2010 ficou conhecida como “Shin do Shin”, por que a foto de capa exibe uma forma de guarda chamada “Shin” (pertencente ao estilo Tenshin Shoden Katori Shintoryu), a posição de combate mais antiga dos samurais. Desde então o Shin Hagakure já foi reimpresso quatro vezes e vendeu mais de 20.000 exemplares em todo o Brasil.

Agora o Shin Hagakure está sendo relançado em sua 3ª edição e com 2 volumes: O 1º volume transmite, dos treinos para o dia a dia, o conhecimento adquirido ao longo de 40 anos de convívio com Mestres tradicionais do Japão. No 2º volume estão os ensinamentos voltados à prática e à parte técnica da espada.

No mundo globalizado em que vivemos as informações circulam rapidamente e de forma caótica, e muitas vezes não percebemos que nossos valores estão se perdendo em meio a um turbilhão de ideias e pensamentos.

O exemplo da retidão, da coragem e da persistência dos samurais desperta para novas batalhas cotidianas o espírito dos desavisados. O mais importante não é viver, é doar a vida através da espada. Tenho certeza de que, em algum momento de sua jornada, esta bússola será útil.”

Sensei Jorge Kishikawa

Treinamento do Caminho ​no cotidiano

kamae

Konnichiwá Sensei,

Neste fim de semana iniciei uma temporada de idas a BH que teriam por finalidades básicas o trabalho acadêmico e de pesquisa. Digo “teriam” pois, quando fui apresentado a esta demanda vi a oportunidade de cumprir os votos e ensinamentos que aprendemos dentro do Instituto Niten.

Esta foi a primeira de 16 semanas em que deixarei minha residência nas madrugadas de quinta-feira para trabalhar em BH nas sextas-feiras e segundas pela manhã, retornando para JF a tempo de coordenar os treinos à noite. Me coloquei em modo “shugyo​​”(1)​, e com coragem já me prontifiquei a treinar em BH, além de dar atenção a familiares que estão necessitando, principalmente minha avó que está com Alzheimer.

Logo na primeira semana, me preparei física e mentalmente, para chegar com a energia ao máximo e fui recompensado. Não por planejar e executar de forma primordial, mas por enxergar que sempre há o que ser melhorado, e sempre podemos contribuir. Perceber nuances e detalhes na postura dos senpais, ver situações noutras unidades para fazermos melhor em casa, e isso é impagável.

Como membro desta família estou focado em fazer deste semestre um tempo especial, para mim e meus colegas de espada. Ajudar e ser ajudado, aprendendo juntos e seguindo o mestre. Sem perder tempo, sem desviar a atenção.

No kendo caminho!

Arigato Gozaimashitá, Sensei!
Sayonará!


​​​​Ivan Santos
Instituto Niten – Juiz de Fora

​​
​(1) Treinamento Espiritual intensivo
veja também http://www.niten.org.br/shugyo

Samurais na Colônia

Matéria publicada no Jornal Nippak
11 a 17 de Fevereiro de 2016 – Página 9

clique na imagem para ampliar

Jornal Nippak

São Paulo 11 a 17 de Fevereiro de 2016
Niten realiza treinamento em Pinhal com 50 participantes

“Lapidar as técnicas antigas dos samurais, o Kenjutsu, em meio à fértil terra cultivada pelos imigrantes japoneses, foi uma singela homenagem que pudemos fazer aos nossos antepassados.
Estou imensamente agradecido pela hospitalidade a nós oferecida pela comunidade local de Pinhal, e pela oportunidade de colocar em pratica o Kendo Caminho: reverenciar os nossos antepassados e dar vida às antigas tradições”

Com essas palavras, Jorge Kishikawa, presidente e fundador do Instituto Niten deu início a concentração para treinamento intensivo que reuniu cerca de 50 alunos do Instituto vindos de todas as regiões do Brasil como Manaus, Salvador, Porto Alegre além de alunos também da Argentina participaram dos 3 dias (29, 30 e 31 de janeiro) de exaustivos treinamentos.
O treinamento teve foco principalmente no Kenjutsu combate. Dentre os tópicos abordados, tivemos noções de Kendo, arbitragem para Kenjutsu e Naginata, técnicas de 2 espadas, espada curta e contra- -ataque com todas as armas, além dos Katas do Tenshin Shoden Katori Shinto Ryu e Estratégia de Combate.
Nesse evento, houve a aprovação para graduações altas, como 2º Dan de Kenjutsu e também Wenzel Bohm, Coordenador Geral do Instituto Niten e também um dos alunos mais antigos do Sensei Jorge Kishikawa, recebeu o pergaminho de “Menkyo” (equivale a professor de alta graduação) do Estilo do Hyoho Niten Ichi Ryu de Miyamoto Musashi.
Segundo Amano, responsável pelo Budokan onde foi realizado o treinamento, o senso de disciplina, respeito e organização do Instituto Niten é formidável, mas o que mais o impressionou foi ver a alegria com que os alunos executavam cada ação.
Uma dessas ações que mais o deixou sensibilizado foi ver os alunos, voluntariamente, fazerem a limpeza do dojo – o que o pegou de surpresa, pois teve que se desdobrar para arrumar os materiais de limpeza.

“Estou profundamente admirado em ver que no Niten se ensina o Caminho literalmente e isto se deve, com certeza, ao sensei Kishikawa. Nunca vi algo igual e só tenho a dizer que estou muito agradecido e feliz por estar ao lado de um grupo do Kendo Caminho que faz do zelo uma das principais virtudes em sua
prática”, destacou Amano.