09 de março

Treinamento do Caminho ​no cotidiano

kamae

Konnichiwá Sensei,

Neste fim de semana iniciei uma temporada de idas a BH que teriam por finalidades básicas o trabalho acadêmico e de pesquisa. Digo “teriam” pois, quando fui apresentado a esta demanda vi a oportunidade de cumprir os votos e ensinamentos que aprendemos dentro do Instituto Niten.

Esta foi a primeira de 16 semanas em que deixarei minha residência nas madrugadas de quinta-feira para trabalhar em BH nas sextas-feiras e segundas pela manhã, retornando para JF a tempo de coordenar os treinos à noite. Me coloquei em modo “shugyo​​”(1)​, e com coragem já me prontifiquei a treinar em BH, além de dar atenção a familiares que estão necessitando, principalmente minha avó que está com Alzheimer.

Logo na primeira semana, me preparei física e mentalmente, para chegar com a energia ao máximo e fui recompensado. Não por planejar e executar de forma primordial, mas por enxergar que sempre há o que ser melhorado, e sempre podemos contribuir. Perceber nuances e detalhes na postura dos senpais, ver situações noutras unidades para fazermos melhor em casa, e isso é impagável.

Como membro desta família estou focado em fazer deste semestre um tempo especial, para mim e meus colegas de espada. Ajudar e ser ajudado, aprendendo juntos e seguindo o mestre. Sem perder tempo, sem desviar a atenção.

No kendo caminho!

Arigato Gozaimashitá, Sensei!
Sayonará!


​​​​Ivan Santos
Instituto Niten – Juiz de Fora

​​
​(1) Treinamento Espiritual intensivo
veja também http://www.niten.org.br/shugyo